sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Campanha MAV - FESTA DE 5 ANOS

Postado por Ssanylu às 07:09 1 comentários Links para esta postagem
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=zqcPumfS

A mav foi criada por uma mae q estava perdida nas suas duvidas..
Gravida, mae solteira e sem ninguem pra ajudar nos questionamentos. Por mais q eu tivesse 30 anos, nunca havia passado por isso.. Com a ajuda de outras mães criei a Mamaes amigas... Uma comunidade onde a troca de experiencias era o essencial.. Mas ainda existia algo q eu nem imaginava q aconteceria a palavra AMIGAS foi a essencia.. Logo depois um fake excluiu a comunidade e nosso poder de reergue la foi recorde... Então voltamos com o Nome MAV(Mamaes Amigas VIP), que era uma comu apenas para pessoas interessadas em ajudar e criar laços de amizades. Tivemos claro, durante esses 5 anos momentos dificeis, mas sempre unidas conseguimos manter isso Vivo..Esse cantinho se tornou obrigatorio pra mim durante td a gestação.. E qdo minha filha nasceu foi aqui que tive apoio, foi aqui que tive respostas e principalmente foi e é aqui que tenho ate hj as respostas e as amizades de quase 5 anos(idade q minha filha fara em março). Consequentemente é aqui que a minha filha tem seus melhores amigos.
Palavras da fundadora da Comu Denise Coelho

Novidades

Postado por Ssanylu às 07:07 0 comentários Links para esta postagem

Este ano a MAV completará 5 anos no dia 08 de dezembro!!!

E meia década não é uma ocasião para passar em branco, em comemoração teremos várias atividades, prêmios, sorteios, jogos e muitas novidades!

Algumas coisas vocês já se divertiram como a Miss MAV e a Gincana de Talentos!! Mas isso é só o começo!!! Agora teremos o retorno do Desafio de Verão e do Amigo Secreto!!!

A moderação está empenhada em buscar atrações para vcs, mas queremos tb contar com a sua ajuda!!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Postado por Val Rodrigues às 19:13 3 comentários Links para esta postagem




Não sei o que combina mais contigo,
Uma poesia, um livro, uma pintura, Sinceramente fico pensando No que deve dar alegria A alguém que é objeto da alegria de tantos. Na verdade, o professor de verdade, É aquele que prefere dividir o que possui, Do que ter somente para si.  O verdadeiro mestre, sente-se feliz Quando percebe que o caminho que Ele abriu tem sido trilhado por muitos. O mestre tem a sua realização no aprendizado Do pupilo, da passagem da experiência. É por isso que meras palavras Não podem recompensar A alguém que optou por esta carreira Que muitas vezes é dolorosa e cheia de espinhos.  Chamo-te somente mestre, abnegado coração Que se sensibiliza com os olhos sedentos Por uma vida menos escura, mas cheia de luz. E essa luz, está em suas mãos, Em seu coração, em seu olhar. Que bom que existe um dia Reservado só para você! Obrigado por sua obstinação incontida, Pois graças a ela, você nunca desiste. Você é muito importante, Espero que você seja sempre assim.  Feliz Dia do Professor! (autor desconhecido)

Dia do Professor

Postado por Val Rodrigues às 19:08 0 comentários Links para esta postagem

"Tudo começou com um decreto imperial, de 15 de outubro de 1827, que trata da primeira Lei Geral relativa ao Ensino Elementar. Este decreto, outorgado por Dom Pedro I, veio a se tornar um marco na educação imperial, de tal modo que passou a ser a principal referência para os docentes do primário e ginásio nas províncias. A Lei tratou dos mais diversos assuntos como descentralização do ensino, remuneração dos professores e mestras, ensino mútuo, currículo mínimo, admissão de professores e escolas das meninas.
A primeira contribuição da Lei de 15 de outubro de 1827 foi a de determinar, no seu artigo 1º, que as Escolas de Primeiras Letras (hoje, ensino fundamental) deveriam ensinar, para os meninos, a leitura, a escrita, as quatro operações de cálculo e as noções mais gerais de geometria prática. Às meninas, sem qualquer embasamento pedagógico, estavam excluídas as noções de geometria. Aprenderiam, sim, as prendas (costurar, bordar, cozinhar etc) para a economia doméstica.
Se compararmos a lei geral do período imperial com a nossa atual lei geral da educação republicana, a Lei 9.394/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), persegue ainda ideais imperiais, ao estabelecer, entre os fins do ensino fundamental, a tarefa de desenvolver a “capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo”. Portanto, mais de um sesquicentenário da lei, perseguimos os meus objetivos da educação imperial.
A Lei de 15 de novembro também inovou no processo de descentralização do ensino ao mandar criar escolas de primeiras letras em todas as cidades, vilas e lugares mais populosos do Império. Hoje, além da descentralização do ensino, para maior cobertura de matrícula do ensino fundamental, obrigatório e gratuito, o poder público assegura, por imperativo constitucional, sua oferta gratuita, inclusive, para todos os que a ele não tiveram acesso na idade própria (Inciso I, artigo 208, Constituição Federal).
A remuneração dos professores é, historicamente, o grande gargalo da política educacional, do Império à Nova República, de Dom Pedro I a Fernando Henrique Cardoso I e II. O grande mérito do Imperador, ao outorgar a Lei de 15 de outubro de 1827, foi o de não se descuidar, pelo menos, formalmente, dos salários dos professores. No artigo 3º da lei imperial, determinou Dom Pedro que os presidentes, em Conselho, taxariam interinamente os ordenados dos Professores, regulando-os de 200$000 a 500$000 anuais, com atenção às circunstâncias da população e carestia dos lugares.
O economista Antônio Luiz Monteiro Coelho da Costa, especialista em cotação de moedas, atendendo minha solicitação, por e-mail, fez a conversão dos réis, de 1827, em reais de 2001 (discutíveis): estima Luiz Monteiro que 200$000 eqüivalem a aproximadamente R$ 8.800,00 (isto é, a um salário mensal de R$ 680, considerando o 13º) e 500$000 a aproximadamente R$ 22.000(R$ 1.700, por mês).
Os dados mostram como os professores, no século XXI, em se tratando de remuneração, recebem bem aquém dos parâmetros estabelecidos pela lei imperial, no longínquo século XIX. De acordo com dados recentes do Ministério de Educação, do total de professores, 65% ganham menos que R$650, 15% ganham entre R$650 e R$900 e 16% ganham mais de R$900. O salário médio mensal, de acordo com o senso do Ministério de Educação, é de R$1.474 nas escolas federais, R$656 nas particulares, R$584 nas estaduais e R$372 na municipais. Nos municípios cearenses, ainda encontramos milhares de professores recebendo (e com atraso) menos do que um salário mínimo vigente.
Atualmente, a Constituição Federal de 1988, no seu inciso V, artigo 206, garante, como princípio de ensino, aos profissionais de ensino, planos de carreira para o magistério público, com piso salarial profissional, mas até agora, não há vontade política para se determinar o valor do piso salarial profissional condigno para os professores.
A Lei de 15 de outubro de 1827 trouxe, por fim, para época, inovações de cunho liberal como a co-educação, revelada através da inclusão das meninos no sistema escolar e que as mestras, pelo artigo 13, não poderiam perceber menos do que os mestres.
A formação dos professores foi lembrada pela lei imperial. No seu artigo 5º, os professores que não tinham a necessária instrução do ensino elementar iriam instruir-se em curto prazo e à custa dos seus ordenados nas escolas das capitais.
Preocupados, hoje, com os 210 mil professores leigos, sem formação sequer do pedagógico ofertado no ensino médio, o Brasil contemporâneo, através da Emenda Constitucional n.º 14, de 12 de setembro de 1996 , a LDB, o Fundef, todos promulgados em 1996, orientam os governantes e as universidades para as licenciaturas breves, na luta contra esse déficit de professores habilitados para o magistério escolar, mas com o apoio financeiro do poder público em favor dos professores de rede pública de ensino (Magister, no Ceará, é um bom exemplo).
A expectativa da sociedade, política e civil, é a de habilitar, em nível superior, até o ano de 2007, o grande contigente de professores leigos da educação básica. Será que, ao comemorarmos o Dia do Professor em 2007, 180 anos depois da primeira geral da educação imperial, teremos atingido esse desiderato republicano? "
"...O Deputado Estadual Paulista, Dr. Antonio Carlos de Salles Filho, no mandato 1947/51, é o autor do Projeto de Lei que instituiu tal homenagem, em âmbito do território do Estado de São Paulo - e, mais tarde, já como Deputado Federal, no mandato 1955/59, fê-lo com espectro e abrangência nacional, passando os abnegados professores a, pelo menos isto, terem seu dia especial, 15 de outubro...."

http://www.arteducacao.pro.br
Fonte: 

sábado, 10 de setembro de 2011

Síndrome do bebe sacudido

Postado por Val Rodrigues às 22:37 3 comentários Links para esta postagem

Importante: Sindrome do bebe sacudido


Quando dizem que todo cuidado com bebês é pouco, ninguém esta exagerando. A maioria dos pais não sabe, mas mesmo sem querer, pode causar uma lesão grave em seus pequeninhos apenas por chacoalhá-los. O nome disso? Síndrome do Bebê Sacudido - Shaken Baby Syndrome (SBS), originalmente.
"Shaken Baby é uma síndrome caracterizada por um impacto violento da cabeça, que pode trazer danos cerebrais permanentes, até retardo mental", explica a pediatra Heloísa Ionemoto, do Hospital Infantil Sabará, em São Paulo.
A maior incidência de casos ocorre na faixa dos quatro a seis meses, quando o bebê ainda está extremamente frágil, bem "molinho" mesmo. "É quando o cuidador ou pais tem mais facilidade em chacoalhar o bebê", comenta a médica.
Normalmente a lesão acontece quando a pessoa que está olhando pelo bebê perde apaciência com muito choro e esperneio constantes - muito normais nessa fase da criança - e sacodem o pequeno como se isso fosse fazê-lo se calar.
Esse movimento brusco pode provocar a lesão, que se permeará pelo resto da vida. "O mecanismo de lesão se dá por aceleração e desaceleração da cabeça. Esse movimento violento faz com que pequenos vasos se rompam, levando a uma hemorragia subdural - nos espaços entre as membranas cerebrais, inchaço ou edema e hemorragia na retina", esclarece a especialista. Estes movimentos bruscos podem causar ainda cegueira e outras lesões oculares, surdez, fraturas em ossos, paralisia cerebral, deficiência mental e até morte.

Recentemente foi lançado um projeto, na Faculdade de Medicina da USP, em São Paulo, que envolve a orientação de pais, educadores, profissionais de saúde para a prevenção desse tipo de maus tratos aos bebês. A iniciativa conta com a criação de materiais educativos na Austrália por uma equipe liderada por Sue Folley e que foram dublados em português e adaptados para a realidade brasileira. Esse material será distribuído em maternidades, para populações de risco e outros interessados.

O lançamento ocorreu em novembro em todo o Brasil, por meio da Rede Universitária de Telemedicina, em conexão nacional com mais de 15 universidades via videoconferência, além de Portugal e Moçambique.

Isso porque essa prática é mais comum do que pensamos e sim, é considerada maus tratos à criança. O mais importante é que, não adianta falar que o bebê caiu sozinho. "Essas lesões não podem ser explicadas por uma simples queda da criança, como muitas vezes aparece na história contada por quem cuida do bebê", adverte Heloísa.

Em entrevista para o Children’s Trust Fund, fundação americana criada especialmente para proteger crianças de maus tratos, os McGinnis - casal americano que teve uma das filhas com a síndrome - relatam como a bebê sofreu os danos cerebrais: através de um chacoalhão de uma babá. A menina nunca mais se recuperou. Kelsey, a filha com a síndrome, tinha apenas sete semanas e meia quando adquiriu o retardo.
Casos como esse acontecem todos os dias. Portanto, nunca deixe seu pequenino com alguém que não seja experiente, paciente e de confiança. Isso pode custar caro. O site Observatório da Infância (www.observatoriodainfancia.com.br), idealizado pelo pediatra Lauro Monteiro, pode esclarecer dúvidas sobre esse e outros abusos.


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Mamães Vamos Doar!

Postado por Val Rodrigues às 16:26 0 comentários Links para esta postagem
Meninas sei que muitas da comunidade sabem da minha situação e sabem como de certa forma isso é complicado, só de certa forma pois apesar de tudo sou muito feliz com amigos que posso contar e com minha família  pois sem tudo isso não conseguiria.
E por este motivo um dia estava pensando eu sou sempre ajudada  o que custa ajudar, pois  de certa forma isso me ajudou muito não to falando só do material mais do pessoal, pois não ha coisa mais gostosa e confortante do que você receber uma palavra de carinho e atenção num momento em que você esta precisando. e eu encontrei muito isso.
E isso me fez tomar coragem para tentar ajudar pessoas que eu não conheço mais sei que precisam de atenção e carinho e queria compartilhar com vocês isso,

4 canais para quem poder ajudar e gostar de ajudar. como ajudar? com roupas utensílios pagando um frete, com uma palavra de carinho e amor mas pra que esta corrente dê certo preciso da ajuda de vocês para que estes links sejam divulgados e mais pessoas saibam como ajudar. sei que é difícil mais as vezes nossas crianças pedem tanta coisa roupas brinquedos livros nossa tanta coisa que pra gente é pouco mais pra quem precisa é muito.

Ai você me pergunta como que você pode ajudar sem ter como Néya, simples eu tenho pouco sim moro numa casa simples sim e não trabalho mais a Nycolle tem 4 anos e tem roupinhas que já não cabem nela estas roupas sou fazer de tudo para doar quando aparecer alguém que precisa, os brinquedos também vou fazer o mesmo. Eu só não vou fazer doação de dinheiro até por que não tenho e acho que se o bebe e a criança esta precisando de roupas ou brinquedo e eu tiver como doar isso não vou dar dinheiro.
meninas e a nossos leitores quem poder ajudar ai esta meus links e quem poder ajudar também podendo entrar na equipe do blog e da comunidade me fala!

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Açúcar para crianças: quando e quanto liberar?

Postado por Val Rodrigues às 18:10 0 comentários Links para esta postagem
Nem vilão nem mocinho. Em excesso, ele é, sim, prejudicial à saúde, mas uma quantidade moderada é indispensável ao organismo da criançada. Siga as orientações de especialistas e acerte na dose.
Açúcar para crianças

A partir de quando posso liberar alimentos com açúcar para meu filho?
O açúcar presente nas frutas pode e deve ser ofertado para seu bebê a partir do sexto mês de vida.
Já o açúcar refinado industrial, só após o primeiro ano de vida, porque predispõe à formação de cáries e altera o paladar da criança, que se acostuma facilmente com o sabor doce no suco, nos bolos, nos biscoitos...

É verdade que o açúcar deixa a criança mais agitada? Se sim, quais são os horários que devo evitar? 
Não há dados na literatura científica que comprovem esse efeito. O açúcar concentra muita energia e é rapidamente absorvido pelo organismo. No entanto, não existe uma relação estabelecida entre esse mecanismo e o aumento na agitação. O que pode acontecer é algo semelhante ao que ocorre quando um adulto come um doce e se sente feliz e eufórico. Nada excepcional.

O meu filho adora doce, mas eu fico preocupada em liberar e ele acabar ficando gordinho ou apresentar cáries. Como devo fazer?
O consumo excessivo de açúcar nos alimentos está diretamente relacionado à obesidade e ao surgimento de cáries, em qualquer fase da vida.
Procure acostumar seu pequeno com uma rotina alimentar saudável e adequada, incentivando o consumo de alimentos a cada três horas e respeitando as principais refeições.
Na hora dos lanchinhos, em intervalos entre as refeições, evite alimentos processados, como bolachas, bolos, balas etc. Dê preferência às frutas ou aos sanduíches naturais.

Qual a recomendação diária de açúcar recomendada, em porções? 
Seguindo a orientação da pirâmide alimentar, a criança deve consumir, no máximo, uma porção de açúcar ou doce por dia, o que corresponde a uma colher de sopa de açúcar refinado, achocolatado ou doce caseiro.

Há mães que, desde cedo, ensinam os filhos a consumir sucos e outros alimentos sem açúcar. Vale a pena investir nessa educação alimentar? A falta de açúcar é prejudicial?
É muito importante investir no consumo de frutas, sucos e outros alimentos sem açúcar ou mel.
Como a maioria dos alimentos possui açúcar natural, não há a necessidade de adicionar o artificial. Dessa forma, a criança aprende a apreciar os alimentos com uma quantidade de açúcar saudável.
Fontes: Abram Topczewski, especialista em neurologia infantil, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo Daniela Gomes, pediatra e nutróloga, de São Paulo Melissa Palmieri, pediatra do Hospital Villa-Lobos, em São Paulo Mariângela Schalka, odontopediatra de São Paulo 

sábado, 13 de agosto de 2011

Miss MAV 2011

Postado por Ssanylu às 12:49 0 comentários Links para esta postagem


Rita Paula

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Bipolaridade Parte I

Postado por Val Rodrigues às 14:41 0 comentários Links para esta postagem

A BIPOLARIDADE
O que é a bipolaridade? varias teses sobre este assunto que para muita gente e como um bixo de 7 cabeças, muitas mães hoje em dia não sabem o que fazer nesses casos, perdem  a cabeça e muitas vezes nem sabem que seu filho é portador desta doença. por isso vamos saber um pouco mais sobre o que é ser BIPOLAR.
Trata-se da um transtorno mental em que o humor assume autonomia, deixando de responder adequadamente ao que seria esperado, com variações diversas como euforia, agitação, aumento de energia, agressividade, ansiedade, explosividade, aumento de riscos e gastos, impulsividade e distração, entre outros sintomas do pólo positivo ou "para cima", que se alternam ou se mesclam com apatia, desânimo, tristeza, ansiedade e falta de prazer do pólo negativo ou depressivo.
Sinônimos e nomes relacionados:
Psicose maníaco-depressiva, transtorno ou doença afetivo bipolar, incluindo tipos específicos de doenças ou transtornos do humor, como ciclotimia, hipomania e transtorno misto do humor.
O QUE É A DOENÇA BIPOLAR DO HUMOR:
O Transtorno Bipolar do Humor, antigamente denominado de psicose maníaco-depressiva, é caracterizado por oscilações ou mudanças cíclicas de humor. Estas mudanças vão desde oscilações normais, como nos estados de alegria e tristeza, até mudanças patológicas acentuadas e diferentes do normal, como episódios de MANIA, HIPOMANIA, DEPRESSÃO e MISTOS. É uma doença de grande impacto na vida do paciente, de sua família e sociedade, causando prejuízos freqüentemente irreparáveis em vários setores da vida do indivíduo, como nas finanças, saúde, reputação, além do sofrimento psicológico. É relativamente comum, acometendo aproximadamente 8 a cada 100 indivíduos, manifestando-se igualmente em mulheres e homens.
O QUE CAUSA A DOENÇA BIPOLAR DO HUMOR:
A base da causa para a doença bipolar do humor não é inteiramente conhecida, assim como não o é para os demais distúrbios do humor. Sabe-se que os fatores biológicos (relativos a neurotransmissores cerebrais), genéticos, sociais e psicológicos somam-se no desencadeamento da doença. Em geral, os fatores genéticos e biológicos podem determinar como o indivíduo reage aos estressores psicológicos e sociais, mantendo a normalidade ou desencadeando doença. O transtorno bipolar do humor tem uma importante característica genética, de modo que a tendência familiar à doença pode ser observada.
COMO SE MANIFESTA A DOENÇA BIPOLAR DO HUMOR:
Pode iniciar na infância, geralmente com sintomas como irritabilidade intensa, impulsividade e aparentes “tempestades afetivas”. Um terço dos indivíduos manifestará a doença na adolescência e quase dois terços, até os 19 anos de idade, com muitos casos de mulheres podendo ter início entre os 45 e 50 anos. Raramente começa acima dos 50 anos, e quando isso acontece, é importante investigar outras causas.
Números sobre a bipolaridade
Atinge cerca de 10% da população, sendo 1% a 2% do tipo I e 8% com bipolaridade leve ( II, III, IV e ciclotimia)
Pelo menos metade das pessoas com sintomas depressivos tiveram ou terão hipomania (estado de humor exageradamente elevado), o que configura a bipolaridade
Passam em média 10 anos e 3 médicos para que ocorram o diagnóstico e tratamento corretos
50% dos pacientes têm abuso de álcool ou drogas
Antidepressivos e psicoestimulantes agravam o quadro - evitar ao máximo
Mais de 70% tem algum outro transtorno psiquiátrico associado (de ansiedade, de impulsos, distúrbios alimentares, uso de drogas...)

Bipolaridade Parte II

Postado por Val Rodrigues às 14:39 0 comentários Links para esta postagem

A MANIA (eufórica) é caracterizada por:
 Humor excessivamente animado, exaltado, eufórico, alegria exagerada e duradoura;
 Extrema irritabilidade, impaciência ou “pavio muito curto”;
 Agitação, inquietação física e mental;
 Aumento de energia, da atividade, começando muitas coisas ao mesmo tempo sem conseguir terminá-las
 Otimismo e confiança exageradas;
 Pouca capacidade de julgamento, incapacidade de discernir;
 Crenças irreais sobre as próprias capacidades ou poderes, acreditando possuir muitos dons ou poderes especiais;
 Idéias grandiosas;
 Pensamentos acelerados, fala muito rápida, pulando de uma idéia para outra,tagarelice;
 Facilidade em se distrair, incapacidade de se concentrar;
 Comportamento inadequado, provocador, intrometido, agressivo ou de risco;
 Gastos excessivos;
 Desinibição, aumento do contato social, expansividade;
 Aumento do impulso sexual;
 Agressividade física e/ou verbal;
 Insônia e pouca necessidade de sono;
 Uso de drogas, em especial cocaína, álcool e soníferos.
* Três ou mais sintomas aqui relacionados devem estar presentes por, no mínimo, uma semana;
* A hipomania é um estado de euforia mais leve que não compromete tanto a capacidade de funcionamento do paciente. Geralmente, passa despercebida por ser confundida com estados normais de alegria e devem durar no mínimo dois dias.
A DEPRESSÃO, que pode ser de intensidade leve, moderada ou grave, é caracterizada por:
 Humor melancólico, depressivo;
  Perda de interesse ou prazer em atividades habitualmente interessantes;
  Sentimentos de tristeza, vazio, ou aparência chorosa/melancólica;
  Inquietação ou irritabilidade;
  Perda ou aumento de apetite/peso, mesmo sem estar de dieta;
  Excesso de sono ou incapacidade de dormir;
  Sentir-se ou estar agitado demais ou excessivamente devagar (lentidão);
  Fadiga ou perda de energia;
  Sentimentos de falta de esperança, culpa excessiva ou pessimismo;
  Dificuldade de concentração, de se lembrar das coisas ou de tomar decisões;
  Pensamentos de morte ou suicídio, planejamento ou tentativas de suicídio;
  Dores ou outros sintomas corporais persistentes, não provocados por doenças ou lesões físicas.
* estes sintomas manifestam-se na maior parte do tempo por, pelo menos, DUAS semanas.
O ESTADO MISTO é caracterizado por: 
Sintomas depressivos e maníacos acentuados acontecendo simultaneamente;
A pessoa pode sentir-se deprimida pela manhã e progressivamente eufórica com o passar do dia, ou vice-versa;
Pode ainda apresentar-se agitada, acelerada e ao mesmo tempo queixar-se de angústia, desesperança e idéias de suicídio;
Os sintomas freqüentemente incluem agitação, insônia e alterações do apetite. Nos casos mais graves, podem haver sintomas psicóticos (alucinações e delírios) e pensamentos suicidas;
* os sintomas devem estar presentes a maior parte dos dias por, no mínimo, uma semana.
DE QUE OUTRAS FORMAS A DOENÇA BIPOLAR DO HUMOR PODE SE MANIFESTAR:
Existem três outras formas através das quais a doença bipolar do humor pode se manifestar, além de episódios bem definidos de mania e depressão.
Uma primeira forma seria a hipomania, em que também ocorre estado de humor elevado e expansivo, eufórico, mas de forma mais suave. Um episódio hipomaníaco, ao contrário da mania, não é suficientemente grave para causar prejuízo no trabalho ou nas relações sociais, nem para exigir a hospitalização da pessoa.
Uma segunda forma de apresentação da doença bipolar do humor seria a ocorrência de episódios mistos, quando em um mesmo dia haveria a alternância entre depressão e mania. Em poucas horas a pessoa pode chorar, ficar triste, sentindo-se sem valor e sem esperança, e no momento seguinte estar eufórica, sentindo-se capaz de tudo, ou irritada, falante e agressiva.
A terceira forma da doença bipolar do humor seria aquela conhecida como transtorno ciclotímico, ou apenas ciclotimia, em que haveria uma alteração crônica e flutuante do humor, marcada por numerosos períodos com sintomas maníacos e numerosos períodos com sintomas depressivos, que se alternariam. Tais sintomas depressivos e maníacos não seriam suficientemente graves nem ocorreriam em quantidade suficiente para se ter certeza de se tratar de depressão e de mania, respectivamente. Seria, portanto, facilmente confundida com o jeito de ser da pessoa, marcada por instabilidade do humor.
COMO SE DIAGNOSTICA A DOENÇA BIPOLAR DO HUMOR:
O diagnóstico da doença bipolar do humor deve ser feito por um médico psiquiátrico baseado nos sintomas do paciente. Não há exames de imagem ou laboratoriais que auxiliem o diagnóstico. A dosagem de lítio no sangue só é feita para as pessoas que usam carbonato de lítio como tratamento medicamentoso, a fim de se acompanhar a resposta ao remédio.
COMO SE TRATA A DOENÇA BIPOLAR DO HUMOR:
O tratamento, após o diagnóstico preciso, é medicamentoso, envolvendo uma classe de medicações chamada de estabilizadores do humor, da qual o carbonato de lítio é o mais estudado e o mais usado. A carbamazepina, a oxcarbazepina e o ácido valpróico também se mostram eficazes. Um acompanhamento psiquiátrico deve ser mantido por um longo período, sendo que algumas formas de psicoterapia podem colaborar para o tratamento.



sexta-feira, 22 de julho de 2011

A vaidade feminina

Postado por Ssanylu às 18:32 3 comentários Links para esta postagem
Depois de aumentar os seios e o bumbum com silicone, paralisar os músculos do rosto com botox e fazer plástica para aumentar os lábios, onde mais as mulheres querem mexer? Obcecadas com as formas do corpo, elas agora querem afinar a cintura a qualquer preço – recorrendo aos torturantes espartilhos ou até mesmo fazendo cirurgia para tirar uma costela



Nem sempre da certo!







O sonho de toda mulher é um dia fazer uma cirurgia plástica para poder corrigir algo que está deixando – a insatisfeita seja, ela uma lipoaspiração ou apenas uma puxadinha ali ou aqui rs.Mas cuidado temos que seguir algumas regras para não cair nas mãos de algum açougueiro. Desconfie de tudo, cuidado com promessas milagrosas, tenha certeza que a clínica e o médico são de total confiança e idônios no ramo.Cirurgia plástica é algo sério não podemos brincar com nossas vidas e entrega – la nas mãos de alguém que vende centenas de pacotes da mesma, como se fosse um consórcio de carro que você pode pagar em até 80 meses saúde é coisa SÉRIA, não brinque com ela.Ainda mais que vemos sempre casos horríveis que frequentemente vem acontecendo.Vi umas fotos na internet que me deixaram muito assustada olhe e reflita também, às vezes as pessoas buscam uma perfeição, tentam levar a vaidade acima de tudo e encontram uma realidade fora do normal como essas pessoas das fotos. Elas ficaram horríveis assustadoras! Confira e pense bem antes de procurar alguma clínica!!!





Nem sempre da errado!



Depoimento da mamãe Damiana



...FIZ MINI ABDOMEM..QUE ESTICA A PELE FLACIDA DO UMBIGO PRA BAIXO..FIZ PEITO, LEVANTEI,TIREI FLACIDEZ E COLOQUEI 175 ML DE SILICONE...E FIZ LIPO...AGORA O QUE VEJO MAIS RESULTADO É O PEITO POIS TUDO FICA MTO INCHADO E SO TEM 19 DIAS QUE FIZ..MAIS TO OTIMA..JA LEVANTO OS BRAÇOS, ANDO PRA TODO LADO NEM PARECE QUE FIZ NADA...NAO TIVE MEDO SÓ UM DIA ANTES..QUE BATEU UM MEDO E UMA ANSCIEDADE LOUCA...MAIS GRAÇAS A DEUS CORREU TUDO BEM...ENTREI 7 E MEIA NA SALA DE CIRURGIA SO FUI POR QUARTO AS 4 DA TARDE..CLARO QUE FIQUEI UM POKO ESPERANDO A ANESTESIA PASSAR MAIS FORAM UMAS 7 HORAS DE CIRURGIA..MTO NÉ?HEHEHEHE AGORA É ESPERAR OS 2 MESES PQ ELE DISSE QUE RESULTADO MESMO SO NO 2 OU 3 MES QUE AI DA PRA VER O RESULTADO FINAL..SEM INCHAÇO SEM NADA...PRECISO USAR UMA CINTA 3 MESES E UM SUTIA HORROROSO 2 MESES..TO LIBERADA DE QUASE TUDO JA..MENOS DANÇAR ESSAS COISAS E ACADEMIA SO DEPOIS DE 3 MESES...MAIS TA INDO TUDO OTIMO..TO AMANDO...AS ESTRIAS QUE NAO SAIRAM NE..SAIU ALGUMAS SO MAIS AINDA TEM!


MAIS TO MAIS CONFIANTE..E ESS FOI O MOTIVO DEU TER FEITO A CIRURGIA..AUMENTAR MINHA ALTO ESTIMA..PQ AMAMENTEI QUASE 2 ANOS MEU PEITO CAIU UM POUCO FICOU FLACIDO...E A BARRIGA TBE FICOU FLACIDA..E ALIPO FOI MAIS PRA MODELAR MESMO..PQ PROBLEMA DE PESO EU NUNCA TIVE NAO. EU ESTAVA COM 52 KILOS QUANDO FIZ A CIRURGIA! AGORA SO FALTA UM NAMORADO BACANA E BEM GATO..HEHEHEHEHEHE BJAO MENINA SE QUEM TEM VONTADE DE FAZER FAÇA...EU NAO SENTI DOR PRATICAMENTE NENHUMA SO TOMEI ANALGESICO NO HOSPITAL EM CASA SO ANTIINFLAMATORIO NAO PRECISEI DE ANALGESICO NENHUM..GRAÇAS A DEUS



fonte: fantastico.globo.com


atrasdamoita.com


MAV

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Doação de sangue de cordão Umbilical Parte I

Postado por Val Rodrigues às 17:40 0 comentários Links para esta postagem



Em 2001, o INCA inaugurou o Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (BSCUP), o primeiro banco desse tipo do Brasil, visando aumentar as chances de localização de doadores, para os pacientes que necessitam de transplante de medula óssea.

As chances de um brasileiro localizar um doador em território nacional é trinta vezes maior que a chance de encontrar o mesmo doador no exterior, segundo pesquisa realizada pelo Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME). Isso ocorre devido às características genéticas comuns à população brasileira.

Além disso, o BSCUP pretende ser um projeto piloto para a instalação de outros bancos brasileiros e para treinamento de profissionais e regulamentação desta atividade. 



O que são células-tronco?As células-tronco são células muito especiais. Elas surgem no ser humano, ainda na fase embrionária, previamente ao nascimento. Após o nascimento, alguns órgãos ainda mantêm dentro de si uma pequena porção de células-tronco, que são responsáveis pela renovação constante desse órgão específico. Essas células têm duas características distintas:

1- elas conseguem se reproduzir, duplicando-se, gerando duas células com iguais características;

2¿ conseguem diferenciar-se, ou seja, transformar-se em diversas outras células de seus respectivos tecidos e órgãos.
Um exemplo é a célula-tronco hematopoética, que no adulto se localiza na medula óssea vermelha. Na medula óssea, ela é responsável pela geração de todo o sangue.
Essa é a célula que efetivamente substituímos quando realizamos um transplante de medula óssea.
Onde podemos encontrar as células-tronco?Além da célula-tronco hematopoética, pesquisas recentes têm demonstrado a presença de células-tronco específicas, presentes em tecidos como, fígado, tecido adiposo, sistema nervoso central, pele etc. A utilização para fins terapêuticos dessas células também tem sido alvo de vários estudos.O sangue do cordão umbilical e placentário é utilizado para que tipo de tratamento?Durante a gravidez, o oxigênio e nutrientes essenciais passam do sangue materno para o bebê por meio da placenta e do cordão umbilical. O sangue que circula no cordão umbilical é o mesmo do recém-nascido. Quando pesquisadores identificaram no cordão umbilical um grande número de células-tronco hematopoéticas, que são células fundamentais no transplante de medula óssea, este sangue adquiriu importância, pela doação voluntária, para pessoas que necessitem do transplante.O sangue do cordão umbilical é utilizado para que tipo de tratamento?O sangue do cordão é uma das fontes de células-tronco para o transplante de medula óssea e este é o único uso deste material atualmente. O transplante é indicado para pacientes com leucemias, linfomas, anemias graves, anemias congênitas, hemoglobinopatias, imunodeficiências congênitas, mieloma múltiplo, além de outras doenças do sistema sanguíneo e imune (cerca de 70 indicações).As células-tronco podem ser utilizadas em tratamento de outras doenças?Sim, mas a fonte utilizada atualmente para indicações diferentes do transplante de medula óssea, como a medicina regenerativa de determinados órgãos, são as células-tronco da medula óssea do próprio indivíduo.O tecido do próprio cordão também possui células-tronco?Esta é mais uma especulação desta área. Há conhecimento de que existem células-tronco em vários tecidos do organismo há pelo menos 10 anos. Sua obtenção, entretanto, é difícil, cara e ainda sem utilidade prática. No campo da ciência é prudente aguardar que os resultados deixem o campo da experimentação e sejam aplicados na prática médica. Não existem ainda logística, recursos e indicação para que as células do próprio cordão sejam utilizadas em curto e médio prazo. Trata-se de antecipação de estudos ainda sem resultados práticos, o que em geral causa muita ansiedade e expectativa nos que aguardam perspectivas de cura para doenças graves.As células-tronco do SCUP são células-tronco embrionárias?Não, as células-tronco do SCUP têm características adultas, porém são mais imaturas e ainda pouco estimuladas.O que é Brasilcord? É uma rede que reúne os Bancos Públicos de Sangue de Cordão Umbilical. Hoje, estão em funcionamento as unidades do INCA no Rio de Janeiro, do Hospital Albert Einstein, do Hospital Sírio Libanês e dos hemocentros da Unicamp e de Ribeirão Preto, todos no estado de São Paulo. No restante do Brasil estão funcionando as unidades de Brasília, Florianópolis, Fortaleza e Belém. A instalação de bancos em todas as regiões do país é imporante para contemplar a diversidade genética da população brasileira. O INCA é responsável pela coordenação da Rede. A Portaria Ministerial nº 903/GM de 16/08/2000 e o RDC da Anvisa 153 de 14/06/2004 regulamentam os procedimentos da Rede. A criação da Rede Brasilcord foi regulamentada pela Portaria Ministerial nº 2381 de 28/10/2004.

Como é feita a doação do sangue do cordão para um Banco Público?A doação é realizada em maternidades credenciadas do programa da Rede BrasilCord, que reúne os bancos públicos de sangue de cordão. Existem alguns controles no momento da coleta do sangue do cordão, necessários para um bom aproveitamento das unidades. Portanto, não se trata de uma doação universal como ocorre com sangue e que pode ser feita em qualquer hospital ou por qualquer pessoa, sendo limitada aos hospitais que fazem parte do programa.

Como é feita a coleta de SCUP?Após o nascimento, o cordão umbilical é pinçado (lacrado com uma pinça) e separado do bebê, cortando a ligação entre o bebê e a placenta.

A quantidade de sangue (cerca de 70 - 100 ml) que permanece no cordão e na placenta é drenada para uma bolsa de coleta.
Em seguida, já no laboratório de processamento, as células-tronco são separadas e preparadas para o congelamento.
Estas células podem permanecer armazenadas (congeladas) por vários anos no Banco de Sangue de Cordão Umbilical e disponíveis para serem transplantadas. Cabe ressaltar que a doação voluntária é confidencial e nenhuma troca de informação será permitida entre o doador e o receptor.

Quanto tempo o sangue do cordão pode ficar congelado?O tempo é indefinido, existem bolsas de sangue de cordão congeladas há mais de 20 anos.
Qualquer gestante está apta a doar? Não, a gestante tem que atende a critérios específicos. Dentre eles, deve ter mais de 18 anos, ter feito no mínimo duas consultas de pré-natal documentadas, estar com idade gestacional acima de 35 semanas no momento da coleta e não possuir, no histórico médico, doenças neoplásicas (câncer) e/ou hematológicdas (anemias hereditárias, por exemplo).
Por que as doações não podem ser feitas em qualquer hospital?O programa de doação trabalha com planejamento e eficiência. Não adianta quantidade sem qualidade porque seria desperdício coletar sem que o procedimento tenha sido realizado por equipe treinada ou com critério. O planejamento segue as normas internacionais. Há pelo menos dois hospitais conveniados para cada Banco da Rede BrasilCord. São hospitais públicos ou com credenciamento específico para coleta.

Quais são as vantagens do SCUP?A principal vantagem é que as células do cordão estão imediatamente disponíveis. Não há necessidade de localizar o doador e submetê-lo à retirada da medula óssea. Além disso, não é necessária a compatibilidade total entre o sangue do cordão e o paciente. Com o uso do cordão umbilical é permitido algum nível de não compatibilidade, ao contrário do transplante com doador de medula óssea, que exige compatibilidade total.
Existem desvantagens?Existem sim, mas não para a doadora. A maior desvantagem é a dose de utilização, uma vez que a doação ocorre em uma única coleta (sem possibilidade de nova coleta), e o volume é restrito, o número de células-tronco pode ser limitado. Assim, existe um limite de peso para o paciente, em função da quantidade de células-tronco retiradas do sangue do cordão. Os pacientes precisam ter entre 50kg e 60kg. No entanto, hoje se utiliza uma técnica de adicionar dois cordões para um mesmo paciente, o que proporciona o uso em adultos com maior peso.



Fonte: 

Doação de sangue de cordão Umbilical Parte II

Postado por Val Rodrigues às 17:27 0 comentários Links para esta postagem

Onde o INCA está recolhendo os cordões?O material é coletado atualmente no município do Rio em três maternidades: Maternidade Municipal Carmela Dutra, Hospital Naval Marcílio Dias e na Pró Matre. Nas maternidades, o INCA possui uma equipe de enfermeiras devidamente especializadas e capacitadas para a triagem e coleta de SCUP, de segunda a sexta-feira, de 7h às 19h. 
Existe algum risco para a mãe ou para o bebê? Não, não existe nenhum risco. Lembre-se que tanto a placenta, quanto o sangue que fica armazenado nela, têm sido tratados, até então, como lixo. Obviamente, as equipes de coleta atuam somente com o consentimento do obstetra, garantindo que nada interfira no parto.
O que acontece após a doação?As unidades coletadas recebem um identificador numérico que passa a ser a identidade da bolsa. Toda referência à ela passa a ser realizada com esse número, e não mais com o nome da gestante. A unidade é então levada ao laboratório, no INCA, onde passará por diversas etapas.
Inicialmente é avaliado o número de células presentes na unidade. Caso o número destas seja suficiente para um transplante, a mesma é processada, tendo seu volume reduzido a 20ml e congelada (criopreservada). Assim, a unidade fica aguardando os resultados dos exames realizados, inclusive exames maternos, que avaliarão a presença de marcadores para doenças infecto-contagiosas do sangue.
Então, o SCUP coletado e congelado já está pronto para transplante?
Não, a legislação vigente prevê que, para uma unidade ser liberada para transplante, se deve repetir os exames sorológicos da mãe, em um período de dois a seis meses, após o parto. Isso é muito importante, pois sem esse novo exame todo o trabalho terá sido em vão, e a unidade não poderá ser utilizada.
Quanto tempo depois da doação, então, a unidade fica disponível para transplante?Somente de 3 a 6 meses depois do parto as unidades são liberadas para uso. Durante este tempo, são realizados testes no sangue do cordão para excluir doenças infecciosas e genéticas. Este é um procedimento de segurança, para evitar as janelas imunológicas das doenças infecciosas. Como hoje existem testes mais precisos, principalmente para HIV e hepatite, será proposta à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a alteração desta norma, para que as unidades com estes testes negativos sejam liberadas mais rapidamente, sem obrigatoriedade dos testes de seguimento da mãe. Desta forma, haverá um crescimento mais rápido e eficiente do número de unidades disponíveis para uso, nos moldes do que acontece na maioria dos países que possuem Bancos de Sangue de Cordão públicos. O aproveitamento final, depois de exclusão por critérios de segurança e qualidade (contagem mínima das células e volume), é de cerca de 40% das unidades coletadas.
Caso o filho(a) da gestante que doou seu SCUP necessitar de um transplante de células-tronco, ele(a) terá prioridade?Não. Entenda que a doação, por todos os fatores que mencionamos, não significa que o material foi crioprerservado, pois terá que atender critérios de qualidade estipulados pela lei. Uma vez que o SCUP esteja criopreservado e disponível para uso, caso não tenha sido utilizado por outro paciente, o mesmo será selecionado para o doador.
Quantas coletas são feitas em cada maternidade por dia?São coletados, em média, de três a cinco cordões em cada maternidade, por dia.
Quanto custa este procedimento?A doação é gratuita. Nenhuma gestante que adere ao programa de doação dos Bancos Públicos tem qualquer custo. A coleta e o armazenamento de cada unidade custam em torno de R$ 3 mil para o Sistema Único de Saúde (SUS). Já a importação de unidades de sangue de cordão umbilical, vindas de registros internacionais, fica em torno de R$ 50 mil.
Qual a capacidade do Banco?O Banco do INCA possui dois tanques com capacidade para estocar cerca de 10.000 mil unidades. Neste espaço estão armazenados, até o momento, 4.000 bolsas.
Quantas unidades de sangue de cordão estocadas em Bancos Públicos brasileiros já foram utilizadas em transplantes?
Das cerca de 8.000 bolsas que estão armazenadas nas unidades em funcionamento da Rede BrasilCord, mais de 70 foram utilizadas para transplantes. 
Como os pacientes receberão estas células?O processo de transplante é semelhante ao utilizado com doador de medula óssea, ou seja, após um regime de preparação com quimioterapia e/ou radioterapia, o paciente recebe as células-tronco em um procedimento semelhante a uma transfusão.
Os pacientes com indicações para transplante não-aparentado deverão ser cadastrados pelo Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea (REREME). O médico insere no sistema características da doença, dados cadastrais do paciente e o resultado do teste de HLA, um teste genético. Depois, é feito um cruzamento de informações entre o REREME e o Registro de Doadores de Medula Óssea (REDOME), que inclui os dados das unidades armazenadas em bancos da Rede BrasilCord e dos doadores voluntários, a fim de identificar um doador ou unidade de cordão compatível.
Existem bancos semelhantes no exterior?Sim. No exterior, existem mais de cem bancos, com mais de 180 mil unidades de cordão congeladas.
Ainda é muito difícil encontrar doador compatível para os pacientes brasileiros, mesmo com o aumento das unidades de sangue de cordão em Bancos Públicos?
Está cada vez mais fácil encontrar um doador porque os Bancos Públicos de Sangue de Cordão e os Registros de Doadores Voluntários estão se multiplicando em todo o mundo. Hoje, encontramos doadores para cerca de 70% dos pacientes, 50% no Brasil e mais 20% no exterior.
Quais as principais diferenças entre os bancos públicos e privados?
São serviços diferentes. O banco público disponibiliza as unidades imediatamente para quaisquer pacientes brasileiros que precisem de transplante de medula óssea e não tenham um doador familiar. A coleta é realizada com controles de qualidade e segurança e as unidades são utilizadas para indicações precisas, sem ônus para o paciente que irá se beneficiar. É a única modalidade recomendada pelos organismos internacionais e por publicações científicas. O banco privado tem legislação específica, de cunho comercial, com ônus para as famílias que desejam armazenar o sangue. Além disso, as indicações e aproveitamento do material são duvidosos, já que não existem publicações extensas sobre os resultados obtidos com uso de cordões armazenados em bancos privados. Armazenar o sangue do cordão em um banco privado é uma aposta num futuro que a ciência ainda não comprovou.
Qual o posicionamento do Ministério da Saúde com relação aos bancos privados?
O Ministério da Saúde e a coordenação da Rede Brasilcord são contrários a esta atividade, principalmente pela falta de utilidade pública e pela forma enganosa como tem sido feita a propaganda dos bancos privados. Os órgãos internacionais recomendam que não deve ser feito investimento público em bancos privados.

FONTE:

Morar fora do pais é?

Postado por Ssanylu às 16:47 0 comentários Links para esta postagem
MORAR FORA não é apenas aprender uma nova língua. Não é apenas caminhar por ruas diferentes ou conhecer pessoas e culturas diversificadas. Não é apenas o valor do dinheiro que muda. Não é apenas trabalhar em algo que você nunca faria no seu país. Não é apenas ter a possibilidade de ganhar muito mais dinheiro do que ganhava.
Não é apenas conquistar um diploma ou fazer um curso diferente. Morar fora não é só fazer amigos novos e colecionar fotos diferentes. Não é apenas ter horários malucos e ver sua rotina se transformar diariamente. Não é apenas aprender a se virar, lavar, passar, cozinhar. Não é apenas comer comidas diferentes, pagar suas contas no vencimento, se matar para pagar o aluguel. Não é apenas não ter que dar satisfações e ser dono do seu nariz.
Não é apenas amar o novo, as mudanças e também sentir saudades de pessoas queridas e algumas coisas do seu país. Não é apenas levantar da cama em um segundo quando chega encomenda do Brasil. Não é apenas já saber que é alguém do Brasil ligando quando toca seu celular sempre no mesmo horário. Não é apenas a distância. Não são apenas as novidades. Não é apenas uma nova vista ao abrir a janela.
Morar fora é se conhecer muito mais. É amadurecer e ver um mundo de possibilidades a sua frente. É ver que é possivel sim, fazer tudo aquilo que você sempre sonhou e que parecia tão surreal. É perceber que o mundo está na sua cara e você pode sim, conhece-lo inteiro. É ver seus objetivos mudarem. É mudar de idéia. É colocar em prática. É ter que mudar sua cabeça todos os dias. É deixar de lado as coisas pequenas. É saber tampar o seu ouvido. É se valorizar. É ver sua mente se abrir muito mais, em todos os momentos. É se ver aberto para a vida. É não ter medo de arriscar. É colocar toda a sua fé em prática. É ter fé. É aceitar desafios constantes.

É se sentir na Terra do Nunca e não querer voltar. É querer voltar e não conseguir se imaginar no mesmo lugar. Morar em outros países é se surpreender com você mesmo. É se descobrir e notar que na verdade, você não conhecia a fundo algo que sempre achou que conhecia muito bem: VOCÊ MESMO!!!!
Fonte: orkut



Palavras da mamãe Kate que mora á 16 anos nos Estados Unidos

MAVETES A VIDA FORA DO BRASIL NAO E NADA FACIL,LONGE DA SUA CULTURA,LONGE DA FAMILIA,LONGE DOS AMIGOS, MAS PARA FALAR A VERDADE NAO ME VEJO MORANDO NO BRASIL, CHEGUEI AQUI NESTE PAIS SO TINHA 16 ANOS E TENHO 32 ANOS, PASSEI A PARTE DA MINHA VIDA AQUI, CONHECI MEU ESPOSO QUE ESTAMOS JUNTOS A MAIS DE 15 ANOS, TIVE MEUS FILHOS AQUI,GOSTO DO MEU TRABALHO ENFIN AMO ESTE PAIS, QUANDO ENTREI NA MAV A MAIS DE 2 ANOS FOI OTIMO PORQUE ASSIM FIZ AMIZADES MESMO QUE DISTANTES MAS AMIZADES VERDADEIRAS E QUE APRENDI A AMAR, AMO MUITO A COMUNIDADE MAV ME SINTO EM CASA E MAIS PERTO DO BRASIL, A MAV E UNICA COMUNIDADE QUE PARTICIPO, RESUMINDO AMO A COMUNIDADE, AMO AS MAVETES ,ESPERO UM DIA CONHECER CADA UMA DE VCS EM UM ORKONTRO, BEIJOS A CADA UMA E DEUS ABENCOE VCS
Kate

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Palavras de mais um patrocinador do 4º Orkontro

Postado por Ssanylu às 19:26 1 comentários Links para esta postagem


Fabricio não saiu em nenhuma de nossas fotos, mas registrou vada segundo de nossa festa com muito carinho e profissionalismo. Somos muito grata por ter as fotos feitas por ele de recordação. Nosso muito brigado



Palavras de Fabricio Arruda:

Imagine um lugar onde todas as pessoas se conheceram virtualmente em uma rede social, melhor ainda é imaginar que essas pessoas são mães que vivem um momento muito semelhante, já que na rede elas fazem parte de uma comunidade onde todos tem interesses comum, de repente todos se encontram em uma reunião de confraternização, tamanha a amizade que se construiu no mundo virtual, é assim que enxergo o Orkontro, cheguei agora, no quarto ano do evento, mas fiquei estupefato com a harmonia vibrante, lindo e contagiante é impossível não se apaixonar. Obrigado a todos, pela liberdade que tive para registrar cada momento em minha fotografia, que venha o quinto.
Fabrício Arruda - Fotógrafo
maxwellproducoes.com.br

terça-feira, 19 de julho de 2011

Dicas para economizar tempo e facilitar a vida das mulheres

Postado por Val Rodrigues às 14:50 0 comentários Links para esta postagem
  •  Levante a mão a mulher que nunca enfrentou dificuldades para conciliar trabalho, casa, família e ainda manter a autoestima. Com tantas atividades para administrar, a mulher acaba sendo alvo de expectativas muito altas.
  •  Espera-se que possamos estar em boa forma, dar conta do recado no trabalho, manter o pique no casamento e termos filhos educados. Ah, é claro, nossa casa deve ser parecida com vitrine de lojas de decoração. Caso contrário, sinal de desleixo à vista...
  •  No passado, nossas "obrigações" eram mais restritas. E nossas possibilidades também. Creio que, no balanço final, podemos sim ser mais felizes agora. Para isso, precisamos conhecer nossos limites, dizer "não, obrigado" quando necessário, delegar funções e, sem dúvida, dar praticidade à rotina. Seguem, então, algumas dicas, que, adaptadas à realidade de cada mulher, tendem a evitar o estresse e proporcionar mais tempo para as atividades que abraçamos.
  •  Encontrar o que precisa no momento em que procura é, de cara, economia de tempo. Então, uma vez por ano, reavalie suas roupas. Doe ou venda as que não interessam mais, verifique as peças que precisam reformas (zíper, botão, etc). Providencie isso e organize tudo, abusando do número de cabides. Apenas uma peça em cada um para que todas fiquem visíveis. Cabides organizadores (aqueles com ganchinhos) são ótimos para cintos, gravatas, colares e pulseiras.

  • Mantenha roupas de uma mesma categoria próximas umas das outras: uma sequência de saias, depois só vestidos seguidos por calças, etc. A mesma sugestão vale para as roupas de gaveta: separadas por estilo, além de bem dobradas. E dentro de cada categoria, separe-as também por cores, das escuras para as claras.
  •  Sapatos expostos facilitam a vida na hora de escolher o que calçar. As caixas, porém, permitem empilhamento - opção na falta de espaço horizontal. Nesse caso, prefira as transparentes ou cole, em cada uma, foto do sapato ou uma etiqueta com breve descrição (rasteirinha prata, por exemplo).
  •  De roupas a utensílios domésticos, tudo o que é pouco utilizado deve ficar nos espaços superiores dos armários. Embaixo, deixe o que é usado com mais frequência.
  •  As bolsas facilitam o dia-a-dia quando bem organizadas. Tenha sempre um envelope para guardar itens como cartões de visitas, recibos e outros papéis que você possa receber na rua. Coisas que transportamos com frequência podem ser agrupadas em três nécessaires (um para maquiagem, outro para documentos, dinheiro e cartões e mais um para celular, canetas, chaves e agenda). Quando sair com crianças, leve também um kit entretenimento composto por desenhos para colorir, lápis de cor, quebra-cabeça e algo saudável para "distrair" o estômago. Ao trocar de bolsa, basta pegar os nécessaires. A dica também vale para quem usa bolsas sem divisórias.
  •  Compre, de preferência, roupas que não amassam. Passá-las ou não será opcional.
  •  Só abuse de plantas, tapetes e objetos decorativos se puder cuidar bem deles. Folhinhas secas e bibelôs empoeirados, ao invés de contribuírem com a decoração irão revelar (de forma injusta, é verdade) falta de zelo.
  •  Lembre-se de que muitas receitas podem ser preparadas em quantidades maiores e congeladas. Nos dias seguintes, basta descongelar e aquecer os pratos.
  •  Dê telefonemas importantes quando as crianças estiverem dormindo ou na escola, isso evitará interrupções e dificuldade para se concentrar. Aproveite esses momentos também para seus cuidados pessoais, consultas médicas, leitura e lazer.
  •  Há restaurantes, shopping centers e supermercados que oferecem espaços seguros para crianças e contam com profissionais para entretê-los. Dê preferência a esses estabelecimentos quando sair com os filhos.
  •   Tenha o hábito de fazer uma lista de atividades pendentes por ordem de prioridade. Na medida do possível, procure concluir uma tarefa antes de iniciar outra.
  •  De acordo com a faixa etária dos filhos, vá delegando funções como comer sozinho, arrumar a cama, organizar brinquedos e material escolar. Afinal, ensinar autonomia é um ato de amor. Mas considere que eles não são assistentes da casa. Devem priorizar as atividades próprias para a idade e os estudos.
  •  Finalmente, ao encerrar sua jornada, lembre-se de que o dia seguinte lhe presenteará com outras 24 horas para serem bem-vividas. Não lamente o que não foi concluído e encare com positividade o fato de ter dado o melhor de si em tudo o que fez.
 

Mamães Amigas Vip Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare